segunda-feira, 29 de abril de 2013

Flores-poemas - resenha

                                    

Por Maria Laura Pozzobon Spengler
Doutoranda em Educação – UFSC

 
Cantorias de Jardim é um livro que traz ao leitor o maravilhoso encontro entre a letra e a ilustração. Eloí Bocheco narra, de forma delicada, intimista e poética, historietas sobre flores de jardins, e a ilustradora Elma espalha pinceladas em aquarela, com cores leves e afetuosas por sobre as páginas. Esse conjunto transforma cada pedaço do livro em uma tela de arte.
São 21 flores-poema escolhidos pela escritora, que, em versos rimados, conduzem a leitura em um encontro com a infância, coroados com os detalhes mais singelos de um olhar infantil sobre o mundo, visto da perspectiva de um jardim.
 
“Camélia branca
 Suspira no galho
                 Cai orvalho

Camélia roxa
 Atrai vaga-lume
                Cai perfume

Luar na camélia alta
                        Cai prata

Camélia no teu braço
 Cai meu coração no laço”.

(BOCHECO, 2012, p. 28)

Entre camélias, violetas, lírios e flores de maio, a poesia cresce como flores em um quintal, dividindo espaço com pássaros, borboletas e insetos que se enlaçam aos personagens quase oníricos, criados pela ilustradora.


BOCHECO, Eloí Elisabet. Cantorias de Jardim. São Paulo: Paulinas, 2012.
 Fonte: A Literatura Infantil e Juvenil produzida em Santa Catarina

Nenhum comentário:

Postar um comentário